Blogia
COMUNICAÇÃO E PATRIMÓNIO MUNDIAL - Blogue de Apoio à Tese de Doutoramento

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PRESENTES NO TRABLHO DE INVESTIGAÇÃO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PRESENTES NO TRABLHO DE INVESTIGAÇÃO

E de que forma é que um dos principais esteios dos média, os jornais, vêm a divulgação do património? Partilharão os jornais da ideia de que a divulgação do património histórico arquitectónico poderá ser uma chance de desenvolvimento e de captação de novas mais-valias, nomeadamente no que diz respeito à publicidade? Será que este tipo de matérias, no que se refere à criação de notícias, interessa aos jornais, particularmente? Será que o público normalmente assíduo destes jornais é sensível a este tipo de temáticas. Valerá a pena, perguntam os periódicos, publicar notícias referentes a este tema.

Neste trabalho pretende-se exactamente levantar um pouco a “ponta do véu” quanto a estas questões, utilizando dois importantes exemplos da imprensa ibérica: o “Jornal de Notícias”, edição fundamental para a população portuense, do norte de Portugal e cada vez mais de todo país; a “Voz de Galicia”, publicação essencial no universo da imprensa galega, de suma importância para os habitantes da “Cidade do Apóstolo”, Santiago de Compostela.

Saber se estes dois jornais são sensíveis a este tipo de matérias ou conteúdos é o mote para este trabalho. Até que ponto chega o interesse destes dois exemplos no que diz respeito aos temas relacionados com o património mas mais concretamente com aquele que é classificado pela UNESCO com Património Mundial (ou da Humanidade) é essencial para a formulação da tese de que as questões relacionadas com a Comunicação (comunicação institucional, relações públicas, publicidade e mesmo protocolo) têm um papel capital na atribuição do título de Património Mundial no âmbito da UNESCO às cidades europeias com centro histórico, não bastando para isso ter somente um “valor universal proeminente do ponto vista da história, arte ou ciência”[1]


[1] UNESCO (1972). Convention concerning the Protection of the World Cultural and Natural Heritage. Paris: UNESCO. Pág.2. Trad.

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres

0 comentarios

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres